Um ano sem Amy Winehouse: o seu legado

Em meados da primeira década do século 21 o cenário musical no mundo pop não era dos mais animadores. Passada a euforia com o new rock dos Strokes e cia., as músicas mais tocadas eram hits autotunados, poperôs a la Ibiza e moças boazinhas que se tornaram popozudas de uma hora pra outra. Até que no final de 2006 uma garota inglesa, magrinha, judia e com vozeirão das grandes cantoras negras protestantes de Detroit apareceu para o mundo. Ela olhou pelo pelo retrovisor e trouxe a música do passado para o presente pra nos lembrar que ainda existem talentos que superam a mais apurada tecnologia.

O legado de Amy Winehouse foi ter resgatado a paixão pela música de alma, aquela que vem das entranhas e fala para os nossos corações. Do seu enorme penteado beehive, ela tirou o jazz, a soul music, o ska, o hip hop e criou o seu próprio som, que logo ganhou admiradores do mundo inteiro. Como telespectadores de uma novela, sofríamos após uma nova recaída, a um novo amor fracassado e aos tropeços no palco. O final feliz infelizmente não veio, nossa Amy cansou e partiu. Buscamos conforto no farto colo da doce Adele, mas se a dor até diminuiu, a saudade nunca termina, principalmente a cada performance inédita que surge no YouTube jogando na nossa cara toda a genialidade que o mundo perdeu precocemente.

Mas a cada crise de choro no chão da cozinha, nas lágrimas que caem e secam sozinhas e a cada jogo perdido no amor, a anti-diva Amy revive instantaneamente dentro de nós.

(Íntegra de depoimento que dei para matéria sobre Amy na Gazeta de Vitória)

E mais material inédito continua brotando na internet:

* Vazou “No More Jazz n’ Blues” (unreleased B-side de Frank)
* Cover de “Have you more than you’ll ever know”, de Donny Hathaway, que entrou há poucos dias no YouTube

* Rare footage da sessão de fotos feitas pelo Blake pra revista Spin em 2007
* A BBC4 exibe hoje o documentário Arena: Amy Winehouse – The Day She Came to Dingle
* O fã Bruno Fischetti disponibilizou pra download na íntegra o show do North Sea Festival de 2004.
* Os fãs Giovani Pozzo e Kamilla Viana disponibilizaram dezenas de fotos raras de Amy neste álbum.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s