Melhores clipes de dancinha de 2014

hideaway

Enquanto não termino minha lista de melhores álbuns de 2014, fiz uma lista de clipes com melhores dancinhas de 2014. “Dancinhas” no caso são aquelas coreografias propositalmente desajeitadas, longe da perfeição de uma Madonna ou Beyoncé, mas com o mesmo charme e carisma. Se faltou algum, comente abaixo! ;-)


Sugestão de Junior Balestreri

Fiz uma playlist com todos os clipes aqui:

Minha nova festa: Altos Cocos Discoteque

altoscocos-facebookcover

Ainda não havia postado aqui mas fui convidada pela Catarina Dee Jah e pelo Maurício Fleury a fazer parte desse projeto muito bacana, o Altos Cocos Discoteque, noite que Catarina trouxe de Olinda. É uma festa voltada para a tropicalidade sem filtros: do Nordeste ao Caribe, do ontem ao amanhã, do vinil ao mp3. Tem de cumbia digital a salsa tradicional, do carimbó ao tecnobrega. Ou seja, é noitada feita pra dançar a noite inteira e, de preferência, acompanhada(o). Bora botar os paulistas pra dançarem juntinhos também! ;-)

Catarina, Maurício e eu vamos nos revezar semanalmente na discotecagem, além de convidados especiais a cada edição, sempre mesclando DJs brasileiros e hispânicos e promovendo a união dos povos através da pista de dança. <3

Estamos no Sarajevo Club aos sábados a partir das 23 horas e o mais legal é que a entrada é gratuita! O Sarajevo agora fica na Rua Bela Cintra, 483, no Baixo Augusta. Pra acompanhar a programação, curta a fanpage www.facebook.com/altoscocosdiscoteque

altoscocos-credito_marcelo-f-de-souza

Pista da Altos Cocos Discoteque. Foto: Marcelo F

 

Mark Ronson lança single de “Uptown Funk” com Bruno Mars

markronso2014

Mark Ronson and Michael Chabon at Gearbox

Mark Ronson e o escritor Michael Chabon

O produtor e multiinstrumentista britânico Mark Ronson lançou hoje na internet o single de “Uptown Funk”, faixa de seu quarto álbum, “Uptown Special”, previsto pra janeiro de 2015. A música conta com vocal de Bruno Mars, com quem Ronson firmou uma parceria bem sucedida no segundo álbum do havaiano, “Unorthodox Jukebox”, um dos discos mais vendidos de 2013. “Uptown Funk” é um funkão pesado com pinta de hit, adorei! O single já está à venda no iTunes.

Em “Uptown Special”, o álbum, Ronson fez uma parceria muito especial com o escritor norte-americano Michael Chabon, que escreveu “Usina de Sonhos”, “Garotos Incríveis” e “As Incríveis Aventuras de Kavalier & Clay”, livro que lhe rendeu o Prêmio Pulitzer de ficção em 2001. A colaboração começou com uma tietagem de Ronson para o autor, dizendo pra ele por e-mail que seus livros foram os que mais emocionaram em anos. Com a parceria com um aclamado autor, Ronson disse ao Guardian que quer alcançar um novo patamar em sua carreira, não falando mais só sobre dores de amores e pistas de dança e sim contar boas histórias.

markronson_uptownfunkO álbum foi co-produzido com Jeff Bhasker (que já trabalhou com Jay-Z, Alicia Keys e Ed Sheeran, entre outros), com quem Ronson fez uma road trip até New Orleans através do Mississipi até Chicago.  Visitaram igrejas gospel, procuraram inspiração para o disco e buscavam um novo talento para cantar em algumas das faixas. E no Mississipi encontraram Keyone Starr, filha de um pastor, que foi expulsa da igreja após ficar grávida. Pois essa jovem cantora é uma das participações do álbum, ao lado de Bruno Mars, Hudson Mohawke e de Andrew Wyatt (Miike Snow). Outro featuring bem especial é de Kevin Parker, do Tame Impala, uma das bandas novas favoritas de Ronson. O disco foi gravado no famoso Royal Studios, onde gravaram Al Green, Ike & Tina Turner, Solomon Burke e várias outras lendas do soul e do rock n’ roll. Com tudo isso, Ronson confessou ao Guardian que esse é o seu álbum melhor realizado até hoje. E olha que ele produziu o magnífico “Back to Black”, da Amy Winehouse! Mal posso esperar pra ouvir esse disco! ;-)))

No dia 22 de novembro Mark Ronson se apresenta pela primeira vez no Saturday Night Live apresentando “Uptown Funk” ao vivo pela primeira vez. Mark já veio três vezes ao Brasil (2 em SP e 1 em Florianópolis) mas somente como DJ. Tomara que ano que vem ele venha pela primeira vez com a banda completa! ♥

Atualização: a música com o Kevin Parker tocou esta tarde no programa do Zane Lowe na BBC e o Stereogum já subiu a música em um player. A faixa se chama “Daffodils” e é um belo de um dance-funk! ♥

Atualização 2: saiu o clipe de Uptown Funk!!!

Systema Solar faz ode a pescadores da Colômbia em clipe de “Yo voy ganao”

systemasolar_yovoyganao

Ilustração: Ródez (ilustração parte do encarte de ‘La revancha del burro’)

Os colombianos do Systema Solar lançaram hoje pelo site da Vice Colômbia o clipe de “Yo voy ganao”, faixa de seu segundo disco, “La revancha del burro”, de 2013. No vídeo fazem uma homenagem a cultura da pesca tradicional, atualmente ameaçada pela indústria do turismo do Caribe colombiano. O clipe contou com a participação de moradores do povoado de Taganga, próximo a bela Santa Marta, cidade mais antiga da Colômbia.

Duvido você não ficar com o refrão na cabeça: “Huy! Yo salgo es a buscá mi Mojarra frita, Camarón, Chipi Chipi y mi Caldero de Arroz, Yo Voy Ganao”. ♥

O Systema Solar fez o melhor show que eu vi esse ano, uma espetacular apresentação para poucas pessoas em uma festa Calefação Tropicaos que rolou no dia 23 de maio. Foi o terceiro show que vi deles, sempre um melhor do que o outro. Pra quem não ouviu  som deles aqui, aqui vai La revancha del burro na íntegra.

Links: https://www.facebook.com/systemasolar // http://www.systemasolar.com

Paixão pelo Northern Soul vira filme de Elaine Constantine

northernsoulthefilme

Segundo filme a ter os bailes de northern soul como pano de fundo nos últimos anos, Northern Soul estreia nesta sexta, 17 de outubro, nos cinemas do Reino Unido. O primeiro foi Soulboy, lançado em 2010, e sobre o qual eu escrevi na ocasião para o site da revista Trip.

O filme de 2014 é o primeiro filme da fotógrafa britânica Elaine Constantine, que já trabalhou para a The Face, Vogue e Vanity Fair. Conta a história de dois jovens de saco cheio de sua vidinha escola-fábrica que descobrem o northern soul e sonham em ir para a América em busca de discos raros que os façam os melhores DJs da cena. Essa jornada os força a confrontar rivais, violência, abuso de drogas e sua amizade é testada até o limite.

northernsoulthesoundtrackO longa conta com a participação de Steve Coogan, que interpretou o lendário empresário Tony Wilson, no filme 24 Hour Party People, outra obra essencial na lista de filmes dos fãs de música. Curiosamente esses dois filmes contam a história de submundos que ajudaram a moldar a cultura dos clubes e DJs no mundo inteiro.

A trilha sonora foi lançada em dois formatos: 2CD+DVD e  em um lindo boxset com compactos de 7″. E durante a produção do filme, Elaine Constantine lançou um livro de fotografias, Northern Soul: An Ilustrated History.

Tomara que, ao contrário de Soulboy, Northern Soul seja exibido no Brasil. Fãs desse estilo de soul e do lifestyle podem ser poucos no Brasil mas são tão apaixonados quanto os dois amigos do filme.

Na trilha do trailer, nada menos do que o hino Soul Time, de Shirley Ellis.

Links: https://www.facebook.com/northernsoulthefilm // http://www.northernsoulthefilm.com

Sets latinos em dose dupla neste sábado em São Paulo

bienvenidos-flaviadurante

Tocarei em dois eventos neste sábado! \o/ Um é o Soy Latino Festival Cultural e Gastronômico Latino Americano de SP, que acontece no sábado do meio-dia às 20h no Memorial da América Latina. O festival vai reunir música, dança e gastronomia latinoamericanas e tem entrada gratuita. Vão rolar DJs, grupos de salsa e de cumbia, grupos folclóricos, além de comida de rua. Eu toco por volta das 16 horas. Muito orgulho de fazer parte deste lindo evento produzido pelo El Guia Latino. ♥

festivalsoylatino2014

O outro é uma festa que eu estou produzindo, a Bienvenidos @ Subterrâneo Toronto, que começa às 23h e será uma espécie de “after” do festival. O line up é formado por mim e também pelos excelentes DJs Pancho Valdez (Bolívia), Ata Wallpa (Equador) e Juampa Gonzalez (Colômbia), que vivem em São Paulo. Cumbia, salsa, latin pop, reggaeton, bachata, champeta, samba soul e muitos ritmos latinoamericanos promoverão a cultura de paz e a integração dos povos hermanos a partir da pista de dança. O Toronto fica na Rua Tupi, 832, em Higienópolis, próximo ao Metrô Santa Cecília. A entrada custa R$ 30 (na porta) ou R$ 20 (com nome na lista). Para garantir os descontos confirme presença no evento no Facebook ou envie nomes para juliana@byob.com.br.

bienvenidos-eflyer

Marina and the Diamonds divulga FROOT, single e título do seu terceiro álbum

marinaandthediamonds_froot

Bem no dia de seu aniversário de 29 anos, 10 de outubro, a galesa Marina Diamandis aka Marina and the Diamonds finalmente dá sinais de seu terceiro álbum. “Froot”, o primeiro single e faixa que dá nome ao disco, foi divulgado hoje no YouTube. Com o “Electra Heart”, disco de 2012, rolou uma grande expectativa dos fãs para que Marina virasse uma grande popstar, mas acabou não estourando tanto quanto merecia. Talvez o disco fosse muito conceitual pra uma artista pop de hoje em dia. Mas fiquei bem animada o novo single com pegada disco, mesmo sendo um hit de verão lançado no outono do hemisfério Norte.

A música foi produzida pela própria Marina em parceria com o produtor David Kosten, mais conhecido como Faultline, que já trabalhou com o Bat for Lashes e Everything Everything. O disco está com lançamento previsto para abril de 2015.Haja coração pra esperar!

Marina Diamonds é uma artista muito talentosa, inteligente e com ótimas referências. Acompanho seu trabalho desde a estreia com o lindo “The Family Jewels”, adorei sua ousadia na criação do conceito do “Electra Heart” e estou ansiosa pra ver o que ela vai servir com “Froot”. Tudo indica que 2015 vai render bons frutos para ela. ♥

marinaandthediamonds_frootlyrics

 

Atualização: o clipe foi lançado no dia 11/11. Apenas maravilhosa!

Links: www.facebook.com/marinaandthediamonds // www.twitter.com/marinasdiamonds

Meus artistas escoceses favoritos <3

BRITAIN SCOTTISH REFERENDUM

Hoje enfim acontece o referendo que decidirá se a Escócia deve conquistar ou não a sua independência. Quatro milhões de pessoas estão registradas para o pleito e as pesquisas têm dado empate técnico, então tudo pode acontecer. Se o SIM ganhar, a data proposta para a independência seria proposta seria 24 de março de 2016. Muito bacana acompanharmos esse momento na nossa frente e, o mais importante, dessa vez sem derramamento de sangue.

Inspirada no post do blog Music on the run com dez bandas para conhecer melhor a Escócia, fiz uma breve lista dos meus artistas/bandas escoceses favoritos. Deve ter algo na água desse país que faça com que não só o seu uísque seja o melhor mas que a sua música seja privilegiada, com bandas e artistas incríveis que já deram muita alegria ao povo indie. *rs

Minha listinha pessoal e intransferível! <3

1) Teenage Fanclub

Quem acompanha meu blog e minhas redes sociais há algum tempo sabe que Teenage Fanclub é minha-banda-da-vida. Vi a sequência memorável de três shows no Sesc Pompéia em maio de 2004 e quando eles retornaram ao Rio e São Paulo em maio de 2011. O mundo fica bem melhor quando esses quatro caras estão em cima de um palco! <3

2) Franz Ferdinand

Cada show do Franz é tão único e especial que nem me incomodo com os chatonildos que a apelidam de “Iron Maiden do indie”, já que a banda volta todo ano ao Brasil. *rsrs Só eu já os vi no no Motomix SP em 2006, The Week em 2009, Via Funchal em 2010, Cultura Inglesa Festival em 2012 e Lollapalooza em 2013, sempre rendendo shows incríveis e ótimas histórias pós-shows, Podem vir mais 30 vezes que irei em todas, inclusive estou me preparando para o show de São Paulo no dia 30/09 e vou vê-los pela primeira vez no Rio no dia 2/10! \o/ Próxima meta será vê-los em outro país da América Latina, quem sabe em Barcelona e depois em Glasgow. Correr atrás de filhos não é a minha praia, meu negócio é correr atrás do Franz Ferdinand! *rs

3) The Delgados

Tem disco que marca tanto a gente que lembramos até onde compramos. Comprei o CD do Peloton em um sebo na Alfonso Bovero logo que me mudei pra São Paulo, em 1998, para fazer o curso de focas do Estadão. Então ouvir esse disco hoje em dia me traz um sabor de 20 anos, de mudança, de inesperado e de crises de asma ansiosa. *rs Hoje em dia a banda infelizmente não existe mais mas continuo acompanhando o lindo trabalho solo da Emma Pollock e me divertindo com os comentários dela sobre tênis no Twitter.

4) Belle & Sebastian

Quem não viveu o início dos anos 2000 não tem noção da comoção que foi o Belle & Sebastian na cena indie brasileira da época, ocasião em que os blogs, barzinhos, selos e bandas indies começaram a se firmar e a se aproximar do mainstream. O Belle & Sebastian teve todos os seus discos lançados pela Trama e chegou a tocar no Brasil no seu auge, com direito a cover de “Minha Menina” em um dos shows mais alto astral que eu vi no saudoso Free Jazz. <3

5) Primal Scream

Comecei a gostar do Primal Scream depois de já mais velha mas felizmente tive sorte de poder ver a banda ao vivo duas vezes no Brasil, incluindo na bela turnê do álbum “Screamadelica”, em 2011. É uma banda que não me diz tanto ao coração quando o Teenage Fanclub mas foi lindo ver esse show ao lado dos amigos emocionadíssimos!

6) Urusei Yatsura

Banda de Glasgow com nome de anime japonês que eu conheci através de uma fitinha k7 presenteada pelo meu amigo Sigrist

7) James Orr Complex

James Orr Complex é a banda-de-um-homem-só composta pelo violonista Christopher Mack, com disco lançado pela Rock Action, selo do pessoal do Mogwai. Ele atualmente vive em São Paulo e já deu aulas de inglês para meia cena indie paulista, incluindo esta que voz fala. *rs Os shows dele são raríssimos mas se acontecerem não perca pois além dele ser excelente músico entremeia as canções com causos engraçadíssimos, com humor escocês ímpar.

8) Lulu

Conhecida até por sua mãe por causa da faixa título de “To sir with love/Ao mestre com carinho”, a cantora de Glasgow ficou famosa aos 15 anos com uma das melhores regravações de “Shout”, dos Isley Brothers. <3

9) Calvin Harris

Você agora renega o Calvin Harris farofento mas bem que dançou pencas o “I created disco” que eu sei! Adoro o primeiro ábum do produtor de Dumpries e pra mim “In my arms”, que ele produziu, é uma das melhores músicas da Kylie!

Samba Coco Raízes de Arcoverde se apresenta domingo de graça em São Paulo

sambacocoraizesarcoverde

O Samba de Coco Raízes de Arcoverde se apresenta neste domingo, dia 31/08, no projeto De Lá pra Cá no Sesc Belenzinho. Conheci o trabalho do grupo quando fiz a assessoria do festival RecBeat em 2005 e fiquei encantada com o ritmo hipnotizante do trupé, que é rápida e forte pegada dos pés com tamancos de madeira que é a sonoridade típica do grupo.

O grupo surgiu em 1992 em Arcoverde (PE) formado por Lula Calixto, falecido em 1999. Passaram a ser conhecidos do público a partir de 1996 com apresentações em outras cidades e países e lançaram dois discos. Não há como não se emocionar com uma apresentação do Samba de Coco Raízes de Arcoverde, que é um dos patrimônios culturais do Brasil e que raramente vem a São Paulo. Dia 31/08 às 16 no Sesc Belenzinho – R. Padre Adelino, 1000 (Metrô Belém). Grátis.

Link: https://www.facebook.com/cocoraizes

Playlist da semana: Plus Size Pop

meghantrainor

O single “All about that bass”, de Meghan Trainor, foi um dos hits do verão americano e está começando a ficar conhecido no Brasil. Meghan é uma compositora de Nashville que resolveu arriscar uma carreira como cantora e logo agradou com o seu pop chiclete retrô, o clipe já está com quase 30 milhões de views. Na letra ela critica de forma bem humorada os padrões de beleza da sociedade.

A música e a proximidade do Bazar POP Plus Size inspiraram a playlist da semana: Plus Size Pop, com vários hits que celebram as curvas femininas. Ouça a playlist clicando aqui (não sei porque não consigo mais embedar os players do Deezer no blog).

O vídeo de “All about that bass”, de Meghan Trainor: