Essa semana participo de dois eventos de moda: Trama Afetiva e Senac Moda Informação

Tirando a poeira deste blog para avisar que essa semana participo de dois incríveis eventos que buscam repensar e ressignificar a moda!

21/08, quarta, 10h30 – Trama Afetiva 2019 @ Centro Cultural São Paulo – CCSP – Painel “Moda Como Ativismo”, com Flávia Durante (Pop Plus), Vicente Perrota (Ateliê TRANSmoras), Flavia Aranha, Pri Bertucci ([SSEX BBOX]), Carol Gavazzi (Matilda.My), Regina Ferreira (Hutu Casting), com mediação de Karlla Girotto.

22/08, quinta, 10h – Senac Moda Informação 2019 @ Senac Lapa Faustolo – Palestra “Pluralidade de corpos – Produtos e Vendas Plus Size”. O case de sucesso da feira Pop Plus.

Estou disponível para debates e palestras em sua empresa ou instituição. Fale com a Tambor!

Minha primeira experiência em um TEDx

TEDxtê

No último sábado participei pela primeira vez de um TEDx e fiquei muito feliz em ver minha postura altiva nas fotos. Sofri MUITO com a timidez na infância e adolescência e só na idade adulta desbundei e deixei a cara de pau aflorar (não era introvertida não, só estava no armário rsrs). Mas um resquício dessa timidez sempre ficou, tanto que em minha carreira como jornalista sempre preferi escrever, pautar, editar e pesquisar do que ser repórter de rua. E não sofri tanto na transição da carreira para empreendedora da área de moda e eventos pois sempre gostei mais dos bastidores e de produção.

Ao longo da vida participei de vários debates como convidada ou moderadora e fui entrevistada por alguns veículos por conta de meu trabalho com o Pop Plus e mesmo antes, quando atuava com música independente, com a Popscene ou quando fazia o informativo Assessorindie. Mas ainda tenho uma dificuldade enorme em palestrar solo. Na verdade foi já a terceira vez que fiz isso, então até preciso me cobrar menos. Mas como gosto sempre de dar a real, pois a vida não é perfeita, vou contar todo o drama que foi pra mim essa preparação para você, mulher que ainda sofre com isso, saber que não está sozinha!

O convite pro TEDx Laçador, que acontece em Porto Alegre, foi feito há uns nove meses pela querida Ana Goelzer e fiquei muito feliz. Participar de um TEDx virou meta desde que entrei na briga por uma moda mas democrática e pelo respeito às pessoas gordas, pois acho necessário essa discussão sair cada vez mais de nossa bolha e se espalhar por toda a sociedade.

Fiz uma super preparação. Li o livro do Chris Anderson, pesquisei, preparei, escrevi e reescrevi o texto 10 vezes. Fiz aula de expressão corporal, dicção e voz com muito amor, carinho e cuidado com a ajuda da própria Ana, da preparadora vocal Joana Duah (recomendo MUITO!) e tive apoio até da minha psicóloga Célia Regina de Mello. Mas na fase de memorização não consegui ensaiar como eu gostaria, pois meu ritmo de trabalho foi intenso nos últimos meses e o texto não ficou na ponta da língua. E ainda fiquei gripada, com asma e sem voz depois do Pop Plus de junho. Stress, cansaço e ansiedade sempre baixam minha resistência e ferram meu sistema respiratório.

Nos dias anteriores ao TEDx me deu uma PUTA crise de ansiedade, aquelas que dão a ponto de você se questionar “por que aceitei isso?”, “não sou capaz” e “nunca mais”. Tanto houve transmissão ao vivo e não divulguei o link para ninguém, nem para a minha família, rsrs. Só passei pro Hector Lima, meu amor e companheiro que aguenta essas minhas crises.

O TEDx de Lia Vainer Schucman, autora da tese que virou livro “Entre o “encardido”, o “branco” e o “branquíssimo”: raça, hierarquia e poder na construção da branquitude paulistana”

No ensaio geral da véspera fui péssima, tive vários brancos, aí fiquei mais apavorada ainda. Mas aí o que me tranquilizou foi lembrar do TEDx da doutora em Psicologia Social Lia Vainer Schucman e da palestra da maravilhosa médica Júlia Rocha. Elas me mostraram que a técnica ajuda mas que não precisa ser perfeita, o que importa é a mensagem que você tem a passar. Sem falar do texto da Thais Fabris que eu já compartilhei umas 10 vezes. Pra quem ainda não viu é esse aqui:

“Mulher, se um microfone estiver vindo em sua direção, se te chamarem num palco, se te pedirem para apresentar algo, você NÃO, NUNCA, EM HIPÓTESE ALGUMA diz “não vou, sou tímida, tenho vergonha” e MUITO MENOS você deixa um homem ir no seu lugar. Ergue sua voz no espaço público. Por você. Por mim. Por todas as que não têm essa chance. Por favor. Por amor. ❤”

Aí respirei fundo e fui. Eu poderia não ter usado a colinha, ter mexido menos os braços, falado menos “né”? Poderia! Mas consegui passar a mensagem e a repercussão foi ótima! Consegui ser eu, falar coisas sérias, tristes e alegres, dar uma improvisada, tanto que passei uns 5 minutos do tempo previsto, rsrs.


Facilitação gráfica da palestra feita por @helice.cc

Muita gente veio falar comigo depois por ter se identificado, por empatia, por ter um parente que é gordo e que vê como a pessoa sofre por ser excluída da sociedade. E me emocionei quando uma médica chegou pra mim e falou, citando Raul Seixas, “eu quero dizer agora o oposto do que eu disse antes”. E aí eu vi que cheguei onde queria chegar, a ajudar nessa mudança de pensamento – como também tem sido feito de forma brilhante por outros ativistas gordos que admiro e que me inspiram diariamente nessa caminhada! REPENSE era justamente o tema do TEDx Laçador 2018.

O mote da minha fala foi sobre como a moda – um universo tido como superficial – abriu minha cabeça para a defesa das ideias e da realidade de outras mulheres gordas como eu. Mas que minha luta, na verdade, não é só sobre moda, beleza ou autoestima e sim sobre autonomia, liberdade e, acima de tudo, respeito. (O vídeo deve entrar no ar em 30 dias, quando estiver pronto eu posto aqui).

Participar do TEDx Laçador foi uma experiência inesquecível, um turbilhão absurdo de emoções da qual nunca vou esquecer tão cedo. Medo, ansiedade, admiração, risos, choro, tudo ao mesmo tempo! Mulheres e homens de origem humilde, pessoas de origem privilegiada, gente como eu e você, todas com algo em comum: pessoas que têm o bichinho da insatisfação dentro de si e que estão fazendo algo pela sua comunidade, quebrando paradigmas e fazendo a sociedade repensar.

Mulher, não é raro que muitas de nós tenhamos receio de nos expressar em público pois é esperado de nós que a gente se cale e só aceite tudo sem questionar. Mas tá com medo, vai com medo mesmo. Pois algumas coisas TÊM QUE ser ditas, ainda mais em tempos como esses! Enfim, cerque-se de uma rede de apoio, prepare-se do jeito que for possível, inspire-se em outras mulheres que você admira, mas jamais deixe passar uma oportunidade de erguer sua voz no espaço público! Você não está sozinha!

Update 23/07 = enfim no ar o vídeo do meu TEDx!

“Eu sou porque nós somos” #Ubuntu

Este slideshow necessita de JavaScript.

Tudo sobre o Baile do Bowie que acontece neste sábado 6 de janeiro no Cine Joia

bailedobowie2018-flyerquadrado

Neste sábado, 6 de janeiro, acontece a quarta edição do Baile do Bowie, festa que produzo desde 2015 em São Paulo. Minha intenção com essa noite, além de homenagear David Bowie, é resgatar a diversidade no rock, que anda muito hetero e se esqueceu como rebolar é bom. Por isso priorizamos DJs e drags, em um clima mais de pista de dança do que de show.

Um de meus orgulhos na vida foi ter enxergado David Bowie em Ikaro Kadoshi. A primeira vez em que ele interpretou o artista inglês foi em 2015, na primeira edição do Baile do Bowie que produzi em fevereiro no Alberta #3. A partir daí foi impossível não convidá-lo novamente para as outras edições do baile pois a simbiose foi instantânea.

20150211-IMG_3814

2015 (Foto: Marcelo F.)

Em 2016 o baile passou a ser realizado no Cine Joia, sempre na semana do aniversário de Bowie (8 de janeiro), em uma edição que ficou marcada até hoje em nossas memórias. Nem imaginaríamos que dois dias depois ele faleceria. Ficou a sensação de termos homenageado nosso ídolo ainda em vida. Aliás, se há um artista cuja genialidade sempre foi celebrada esse foi Bowie. Não existe um “virou fã depois que morreu” pois quase todo mundo já era fã ou gostava muito de pelo menos uma dúzia de músicas dele.

DSC_3073

2016 (Foto: Felipe Prado)

Em 2017 comemoramos os 70 anos de Bowie e Ikaro interpretou “As the world falls down”, uma das músicas da trilha sonora de “Labirinto”, filme que marcou as crianças dos anos 80. Deu pra ver vários trintões chorando na platéia com a performance! <3

IMG_8359-74

2017 (Foto: Marcelo F.)

Pra 2018 estamos preparando outro baile lindo, com duas canções ainda não dubladas pelo Ikaro. Desde o ano passado deixei de discotecar na festa e passei a focar na produção e na divulgação. Vão tocar o Daniel Martins, que se tornou DJ residente do baile, e as maravilhosas Debbie Hell, Joyce Guillarducci e Paula Pretel, todos muito fãs de Bowie. As maquiadoras serão Melina Beraldo e a Niége Benedito. A hostess e apresentadora será mais uma vez a bafônica Sarah Schwarz. A novidade para essa edição serão as performances de Ginger Moon e Greta Dubois, integrantes do Riot Queens, grupo que se destacou na noite de São Paulo reunindo drags mulheres.

bailedobowie-djdanielmartins_felipeprado

DJ Daniel Martins. (Foto: Felipe Prado)

bailedobowie-djdebbiehell_felipeprado

DJ Debbie Hell. Foto: Felipe Prado

Outro momento bem bacana da festa é o concurso de looks inspirados em David Bowie. Dessa vez vamos premiar os dois primeiros colocados com camisetas das grifes all sizes gaúchas Chica Bolacha e Chico. Não é obrigatório ir montado mas é muito legal quando participam, o clima fica maravilhoso! Pra quem não é habilidoso com make, as primeiras pessoas que chegam podem ser maquiados por Melina Beraldo ou Niége Benedito. É só chegar cedo e retirar a senha com a hostess na porta. Cada maquiadora atenderá cerca de 30 pessoas no mezanino.

bailedobowie-concurso03_marcelofdesouza

Concurso de looks em 2017 (Foto: Marcelo F.)

Muitos me pedem para fazer mais vezes mas não vejo sentido em fazer mais uma edição por ano em São Paulo, pois a ideia é celebrar o artista em seu aniversário. Então aproveitem pois depois só em 2019! ;-)

Compre já o seu ingresso, aproveite enquanto ainda está no primeiro lote a 30 reais. Na porta vai estar 50! O link de vendas online é https://www.ingresse.com/ingressos-cine-joia-baile-do-bowie Dá pra comprar também na bilheteria do Cine Joia hoje e amanhã das 10h às 14h e das 15h às 18h. Ou no sábado uma hora antes da abertura da festa, que começa às 23h.

Pra quem tá meio duro nesse começo de ano e não quer perder a festa, as fanpages David Bowie Brasil e a Cansei de Mainstream estão fazendo sorteios de pares de ingressos. Não deixem pra última hora!

Espero vocês! <3

bowie

Minhas montações em 2015, 2016 e 2017

Baile do Bowie 2018 @ Cine Joia
Praça Carlos Gomes, 82 – Liberdade – São Paulo/SP (Metrô Liberdade – Linha Azul)
Data: 06/01/2018 das 23h às 5h
Show principal: Ikaro Kadoshi
Performances: Ginger Moon, Greta Dubois
DJs: Daniel Martins, Debbie Hell, Paula Pretel, Joyce Guillarducci
Hostess: Sarah Schwarz
Beauty artists: Melina Beraldo, Niége Benedito
Ingressos: Lote 1 – R$ 30; Lote 2 – R$ 40; Porta – R$ 50
Evento: http://bit.ly/bailedobowie2018
Ingressos: http://bit.ly/ticketsbaile2018
RP: Flávia Durante
Produção: Cena Pop Eventos Criativos 
Apoio: Chica Bolacha e Chico

Evento Mulheres Digitais acontece neste sábado na Cásper Líbero

mulheresdigitais

Uma seleção de estratégias digitais apresentadas pelas mulheres mais criativas do mercado

No dia 10 de outubro acontece na Cásper Líbero a primeira edição do Evento Mulheres Digitais, que traz a participação de grandes nomes femininos do mercado digital. Tive a honra de ser convidada para o painel sobre o mercado de moda plus size e suas estratégias digitais participando ao lado das queridas colegas jornalistas e blogueiras Juliana Romano e da Paula Bastos (Grandes Mulheres).

“O Evento Mulheres Digitais foi idealizado para discutir estratégias e ideias criativas para o mercado digital, realizada por mulheres. Espero que este evento possa dar início a uma equalização no cenário atual dos eventos de comunicação liderados só por homens. Existem muitas mulheres no mercado digital realizando projetos incríveis e elas precisam ser ouvidas.”, comenta Ricardo Maruo, um dos idealizadores do evento.

mulheresdigitais_banner

O Mulheres Digitais conta com profissionais de diversos segmentos e a programação inicia-se com apresentação de Viviane Mansi, Gerente Global de Comunicação do Grupo Votorantim e professora da Pós-Graduação da Faculdade Cásper Líbero, mostrando como as mulheres atuais podem tomar posse das oportunidades que o mercado digital oferece. Em seguida uma palestra bem humorada com a professora da ESPM e curadora do Evento Share, Liliane Ferrari, que relembra como eram as estratégias digitais em uma época em que não existia o Facebook.

Às 10h30 a gerente de produtos de Buscofem, Michelle Machado, explica como é possível tornar uma marca de medicamento em uma love brand com uma estratégia bem feita. Ainda antes do almoço a jornalista Ariane Freitas e a publicitária Jessica Grecco, do Indiretas do Bem, contam como foi a estratégia de transformar uma simples página do Facebook em algo muito maior, espalhando o “bem” por toda web, gerando uma série de produtos.

Após o almoço, às 13h30, as jornalistas e blogueiras, Ju Romano, Paula Bastos e Flávia Durante mostram o crescimento do mercado plus size e contam quais estratégia digitais são interessantes para um mercado que movimenta mais de R$4,5 bilhões ao ano. Às 14h30, a fundadora do site Plano Feminino, Viviane Duarte, fala sobre bom senso no mercado digital e como ser relevante frente a bombardeios de conteúdos sobre emponderamento feminino. Após o coffee break, às 15h30, pela primeira vez em um evento Carla Alzamora mostra o estudo detalhado sobre a representatividade de gêneros e raças na publicidade brasileira. Às 16h15 as publicitárias Cris Bartis e Juliana Wallauer gravam pela primeira vez uma edição do Mamilos para portal B9 com a participação da plateia.

O Evento Mulheres Digitais ainda tem o apoio das marcas Café 3 Corações, Cacau Show, Trampos.co, Plano Feminino, Buscofem, a fotógrafa Adriana Líbini, Indiretas do Bem e Podcast Mamilos.

O evento acontece no dia 10 de outubro, no teatro da Faculdade Cásper Líbero. Os ingressos tem um valor único de R$120,00 e as compras podem ser feitas através do site: www.eventomulheresdigitais.com.br. Leitores do Blah Blah Blog que utilizarem o código MD4010promo ganharão 40% de desconto na inscrição! ;-)

Serviço Mulheres Digitais:

Onde: Auditório da Faculdade Cásper Líbero
Data: 10 de outubro/2015
Endereço: Avenida Paulista, 900 – 1º andar
Horário: Das 8h10 às 17h30
Ingressos: R$ 120,00 através do site www.eventomulheresdigitais.com.br
Fanpage: www.facebook.com/eventomulheresdigitais

Leia também: a entrevista que dei para o site Trampos, parceiro do evento. :-)

Workshop de dança sobre salto dia 16/11 em SP ensina a libertar a diva que há dentro de cada um

vini08

Quer aprender a dançar de salto alto como divas como Beyoncé e Jennifer Lopez ou como as drags de RuPaul’s Drag Race? Estou produzindo em São Paulo o primeiro evento extra-Bazar POP Plus Size, que também pretende elevar a autoestima de mulheres e homens, mas desta vez através da dança.

O “Workshop de Pop Dance Heels com Vinícius Nascimento”, que acontecerá no dia 16/11, trabalha a autoestima, feminilidade, elegância e sensualidade. O grupo é dirigido a mulheres e homens que têm vontade de aprender a dançar e arrasar na pista mas que ainda não se sentem à vontade para encarar uma escola de dança. O workshop conta com 1:30 de aula + palestra com Vinícius Nascimento sobre como o salto e feminilidade mudaram sua vida + coffee break. Inscreva-se já pois as vagas são limitadas!

O Pop Dance Heels é a fusão do waacking, vogue e stiletto, estilos usados por grande musas como Beyoncé, Jennifer Lopez e Madonna, entre outras. Do waacking as referências são os braços, agilidade e fluidez do movimento. Do vogue as poses, as posições das mãos, leveza e a atitude são marcantes. Do stiletto o salto alto, a feminilidade dos movimentos, charme, elegância, equilíbrio e o chamado “carão”, além da presença de palco.

O workshop conta com o apoio da Oh!Querida. A Oh!Querida é uma marca paulista criada por mãe e filha que nasceu do amor por costurar cores, tecidos, estampas e sonhos. Apresentam uma moda feminina, pop e descontraída, que atende tamanhos do PP ao 4G.

Serviço:

Workshop de Pop Dance Heels com Vinícius Nascimento
Quando: 16/11/2014, domingo, 16 às 18h
Onde: Studio Pole Dance Duda Ribeiro – Praça Mal. Deodoro, 121 – sala 202 – Santa Cecília – São Paulo/SP (ao lado Metrô Marechal)
Investimento: R$ 100,00 por pessoa (informações pelo e-mail bazarpopplussize@gmail.com)
Evento: https://www.facebook.com/events/771432266247202