Pioneiro na cumbia digital, coletivo ZZK faz campanha de crowdfunding

zzk-support-TEAM

Se você acompanha a nova cena musical latina provavelmente já ouviu ou dançou ao som de artistas como Chancha Vía Circuito, Frikstailers ou La Yegros. E por trás deles está um dos selos mais bacanas da América Latina, o ZZK Records, da Argentina. Pois a gravadora que foi uma das responsáveis por espalhar a cumbia digital e o tropical bass pelo mundo está passando por momentos difíceis. Mas em vez de encerrar suas atividades resolveu fazer um crowdfunding para poder prosseguir!

Criado há sete anos, o ZZK é um selo de festas e bandas argentinas dedicado a revelar novos nomes da efervescente cena local. A iniciativa dos três amigos Guillermo, Diego e o texano Grant C. Dull correu o mundo e suas compilações “ZZK Records: Cumbia Digital” ficaram bem conhecidas entre DJs e fãs de música latina moderna. Seus artistas fizeram turnês e participaram de festivais pela Europa e Estados Unidos e já apareceram em trilhas sonoras de filmes e seriados. Quem não se lembra da inesquecível cena de Breaking Bad ao som de um remix do Chancha Vía Circuito?

Pra quem quiser conhecer mais sobre a ZZK é só visitar o site. E o crowdfunding está sendo feito através da plataforma Indie GoGo. Vamos ajudar nossos hermanos da ZZK?

zzk-support_19_1024

Projeto Colombian Loops lança banco sonoro da música colombiana

colombianloops

A riqueza e diversidade musicais da Colômbia agora estão disponíveis digitalmente através de um projeto muto interessante chamado Colombian Loops. Trata-se do primeiro banco de dados com sons colombianos tradicionais que fazem parte dos maravilhosos ritmos musicais do país.

Criado pela Fundación Poliedro, o Colombian Loops é um trabalho de músicos, produtores, engenheiros e programadores colombianos e seus arquivos de loops e instrumentais poderão poderão ser comprados e utilizados por outros músicos, DJs, produtores e estúdios de TV e cinema de todo o mundo. Em sua primeira fase estão disponíveis os sons do Caribe e seus ritmos como o vallenato, puya, porro, chandé y guacherna.

O projeto está dividido quatro braços: site e loja virtual www.colombianloops.com; app para Android e IOS; instrumentos virtuais, além de comunidade virtual onde músicos poderão comercializar suas tracks. Projeto incrível que pode ser exemplo também para o Brasil!

Pra acompanhar o projeto siga a fanpage www.facebook.com/colombianloops

Conheça a cumbia gótica do grupo colombiano La MiniTK del Miedo

laminitkdelmiedo

La MiniTK del Miedo é uma das bandas da Colômbia mais interessantes e intrigantes que conheci desde que comecei a acompanhar a nova música de lá. Inventores da “cumbia gótica”, seus três integrantes não revelam seus rostos e sempre se apresentam com máscaras e roupas de couro. As músicas do trio fazem referências à tumbas, caveiras e rituais satânicos, tudo isso temperado com ritmos tropicais como a cumbia, a salsa e o merengue em roupagem trevosa. Só ouvindo pra entender esse contraste maravilhoso!

O seu primeiro disco foi “Muerte y Sabrosura”, de 2012. Prestes a lançar seu segundo evangelho, “La Trilogía de La Salvación”, o La MiniTK del Miedo divulgou seu novo single, o sinistro merengue ¡Bruja!. A banda prepara-se também para tocar dia 15 de março no Vive Latino 2015, um dos maiores festivais da América Latina.

Links: www.facebook.com/LaMinitkDelMiedo

Update: A banda lançou nesta segunda, 9 de março, o EP “La Trilogía de La Salvación” \m/

Systema Solar faz ode a pescadores da Colômbia em clipe de “Yo voy ganao”

systemasolar_yovoyganao

Ilustração: Ródez (ilustração parte do encarte de ‘La revancha del burro’)

Os colombianos do Systema Solar lançaram hoje pelo site da Vice Colômbia o clipe de “Yo voy ganao”, faixa de seu segundo disco, “La revancha del burro”, de 2013. No vídeo fazem uma homenagem a cultura da pesca tradicional, atualmente ameaçada pela indústria do turismo do Caribe colombiano. O clipe contou com a participação de moradores do povoado de Taganga, próximo a bela Santa Marta, cidade mais antiga da Colômbia.

Duvido você não ficar com o refrão na cabeça: “Huy! Yo salgo es a buscá mi Mojarra frita, Camarón, Chipi Chipi y mi Caldero de Arroz, Yo Voy Ganao”. ♥

O Systema Solar fez o melhor show que eu vi esse ano, uma espetacular apresentação para poucas pessoas em uma festa Calefação Tropicaos que rolou no dia 23 de maio. Foi o terceiro show que vi deles, sempre um melhor do que o outro. Pra quem não ouviu  som deles aqui, aqui vai La revancha del burro na íntegra.

Links: https://www.facebook.com/systemasolar // http://www.systemasolar.com

Herói do futuro ajuda colombiano Julián Mayorga a financiar seu novo disco

julianmayorga_atlas

O músico, cantor e compositor Julián Mayorga é o meu artista colombiano favorito do ano. Ele lançou esse vídeo encantador pra divulgar o crowdfunding de seu próximo disco, “Atlas”.

Foto: Francisco Espin

Foto: Francisco Espin

 

Mayorga tem 29 anos e é de Ibagué, – capital do departamento de Tolima -, conhecida como a capital da Música”. Se em um país que exala música como a Colômbia, Ibagué leva esse título, certamente a cidade entrará no meu roteiro quando eu voltar ao país. ♥

“Atlas” conta a história de um herói que vem do futuro para combater a tristeza do planeta. O disco reúne vários artistas e coletivos da Colômbia e do mundo: FTZ Collective (Col-Esp), Promusitol (Col), BETO (Arg-Col), Monster Rat Creative Productions (Esp), Stefano Pizzaia y Enno (Col).

Se você é fã de Bonifrate, Supercordas, Boogarins, do Gruff Rhys e de artistas com universos fantásticos e tão particulares, certamente você vai se apaixonar pelo som de Julian Mayorga.

Ouve aí! ;-)

 

Gostou? Ajude a financiar o disco “Atlas”.

Links: www.facebook.com/julianmayorga // http://julianmayorga.bandcamp.com // www.twitter.com/julianmayorga

Los Nuevos Sonidos Colombianos, la mixtape

Já que falo tanto disso, fiz uma playlist no Deezer de novos sons colombianos, espero que gostem! ;-)

Tem muita coisa que legal que ficou de fora pois ainda não está no Deezer. Ouçam no player ou pegando o link aqui (infelizmente pra ouvir na íntegra só estando cadastrado no site):

PS: Estou entre os 20 finalistas do concurso #TheAnswerisColombia, um concurso que rolou no Twitter na semana passada pra sortear 6 viagens para a Colômbia! A resposta final deve sair na próxima semana. Torçam por mim!!! E muito obrigada a todos que deram RT e ajudaram a divulgar!!! ♥

Invasão latina em São Paulo

Ainda estou muito longe de ser uma especialista em bandas e artistas latinos mas volta e meia me encanto por algumas e viro fã de carteirinha. Como os Babasónicos (banda de pop rock da Argentina), o Desorden Publico (grupo de ska da Venezuela) e o Ondatropica, que abriu meus olhos para a minha nova obsessão atual, a Colômbia. É uma pena que aqui do Brasil a gente tão pouco olhe pro lado e não acompanhe bandas e artistas que estão fazendo um ótimo trabalho tão perto daqui.

Estive neste sábado no Festival Sensacional, em Belo Horizonte e lá pude conhecer mais duas bandas ótimas: os Los Broster, da Argentina, e o Monsieur Periné, da Colômbia. Essas bandas terão outras datas em São Paulo, junto com outros hermanos. Se eu fosse você não perderia! ;-)
O Los Broster toca nesta terça-feira, 5 de fevereiro, no Studio SP, ao lado das Las Taradas, na festa Invasão Argentina.
E o Monsieur Periné se apresenta sábado de Carnaval, dia 9, com o Mcklopedia (Venezuela), no projeto Sin Fronteras, no Sesc Vila Mariana. As duas bandas também são atrações do Rec-Beat 2013.

Para conhecer mais artistas independentes latinos: Nuevos Sonidos Latinoamericanos, Latinidade, Avalanche Tropical (e os sets do Dago Donato no Neu Club), Escena Indie en Colombia, Yo No Hablo,
Cambio

Ondatrópica: Quantic e sua interminável onda tropical



Dois dos discos que mais gostei esse ano têm os dedos do Quantic (o incansável Will Holland, inglês que mora na Colômbia desde 2007). Um é “Look Around The Corner”, com a cantora de soul britânica Alice Russell, do qual já falei algumas vezes no Twitter e no Facebook. O outro é esse com o músico colombiano Mario Galeano e o seu Frente Cumbiero, o Ondatrópica.

Pra resumir de um jeito bem preguiçoso, o disco está sendo chamado de “O Buena Vista Social Clube da Colômbia”, reunindo jovens e lendários músicos do país dando uma roupagem atual pra ritmos como a cumbia, a salsa, porro, currulao e chirimia. O disco estreou em #2 nos charts de World Music do UK e recebeu uma crítica super elogiosa no New York Times de um show que fizeram em NYC.

Conheço muito pouco de música latina, mas uma coisa leva a outra, e eu fiquei apaixonadíssima pela cena musical da Colômbia e com muita vontade de passar as férias de final de ano por lá. Infelizmente a gente sempre precisa de um gringo pra mostrar o que está ao nosso lado, precisamos parar com essa superioridade e começarmos a prestar mais atenção em nossos hermanos. ♥

Tem link pra baixar o disco no Exystence. Já adianto que o único problema dele é correr o risco de pagar mico dançandinho no ponto de ônibus ou no metrô. Pois é, sou dessas! ;-)

Abaixo, um vídeo em espanhol sobre o processo de gravação do disco, “Suena”, uma de minhas favoritas, e algumas apresentações ao vivo do Ondatrópica.

O bacana é que no dia 28 de setembro o Quantic vem discotecar na festa do Só Pedrada Musical no Estúdio Emme. Vamos aguardar e torcer pra que ele toque por aqui um dia também com o Combo Barbaro ou o Ondatrópica! ;-)

O disco Ondatrópica está à venda no site da Soundway Records.

Leia mais: No Globo saiu recentemente uma entrevista com Galeano