Gruff Rhys prepara musical infantil do disco “Candylion”

candylion

Depois de percorrer o mundo com o show do maravilhoso documentário “American Interior”, com o qual ganhou o In-Edit Festival de 2014, Gruff Rhys prepara mais uma novidade. De 16 de dezembro a 2 de janeiro de 2016 ele apresenta em Cardiff um musical inspirado em seu segundo disco solo, “Candylion”, de 2007. Mistura de peça teatral com sing-a-long, o espetáculo “The Insatiable, Inflatable Candylion” é indicado para crianças acima de 4 anos e fica em cartaz no National Theatre Wales.

Pena que se nem o premiado “American Interior” passou por aqui, muito menos esse, então se estiver pelos lados do País de Gales aproveite, hehe! Tudo o que o Gruff faz é maravilhoso! <3

Veja o teaser:

Links: www.gruffrhys.com
https://www.facebook.com/Gruffingtonpost
www.nationaltheatrewales.org/insatiable-inflatable-candylion
O disco “Candylion” no Deezer

Gruff Rhys anuncia novo álbum, filme, livro e app "American Interior"

Quando o galês Gruff Rhys fica quieto por um tempo é porque com certeza está planejando algo incrível pra presentear os seus fãs.

E não deu outra. O cantor e compositor anunciou hoje o lançamento de American Interior, projeto multimídia que reúne álbum, filme, livro e app. Rhys recria a história de um parente distante, John Evans, que partiu em uma jornada em busca de uma tribo nativo americana de língua galesa em 1792 (!!!).

O disco sai no dia 5 de maio. O trailer já pode ser visto aqui:

Update 26/02: Saiu hoje na íntegra a faixa-título. ♥

Link: http://www.american-interior.com // https://www.facebook.com/Gruffingtonpost

Gruff Rhys lança nova música na internet, "Shark Ridden Waters"

Depois do disco com Tony da Gatorra, o líder do Super Furry Animals, Gruff Rhys, começa a preparar o seu terceiro álbum solo, que sairá em fevereiro do ano que vem.

Ontem ele lançou gratuitamente na internet o mp3 de “Shark Ridden Waters”, que dá pra baixar através deste widget abaixo. O single será lançado em vinil de 12″ no dia 8 de novembro.

Não deixe de ouvir os seus dois discos solo, “Yr Atal Genhedlaeth”, de 2005, e o “Candylion”, de 2007, que são belíssimos. Além do SFA, claro, que praticamente de dois em dois anos lança disco novo.

Confesso que comecei a prestar atenção no SFA tardiamente, somente após o “Love Kraft”, de 2005. Tinha um preconceito besta com a banda, sei lá o porquê. Mas pirei com a música “Zoom” e nunca mais larguei! Tive a felicidade de vê-los ao vivo no ano passado, no histórico show do “Dia do Apagão”. Antes tinha visto o Gruff  Rhys com o seu ótimo projeto Neon Neon no Tim Festival de 2008 e no show onde começou a parceria cósmica com o Tony da Gatorra, em 2007.