Festivais culturais em São Paulo aproximam Brasil da latinidade esquecida

É muito comum o brasileiro se identificar com orgulho como descendente de europeus mesmo com o tatataravô que ele nunca conheceu nascido na Europa e ignorar que é latino. Felizmente  nos últimos anos, a cultura e a gastronomia dos países hermanos tem ajudado muitos brasileiros a se aproximarem da latinidade perdida. E quatro festivais em São Paulo nas próximas semanas celebrarão a cultura latina com uma programação diversa e incrível, o festival Conexão Latina, o MICBR, o Sim, Somos Latinos! e o Festival Mucho!

Nessa sexta acontece a primeira edição do festival Conexão Latina!, evento que vai reunir música, gastronomia e educação em três dias de atividades gratuitas em São Paulo de 9 a 11 de novembro. No dia 9 de novembro, sexta-feira, acontece a Jam Eletroacústica, no Lab Mundo Pensante. Ali, todos os músicos que se apresentarão no festival se revezarão em esquema “palco aberto”, tocando juntos de maneira improvisada. Também acontece uma oficina de composição de canções, no mesmo local. O dia 10 de novembro, sábado, traz o formato de “Fiesta Latina”, com shows nacionais e internacionais no Mundo Pensante. Compõem o line-up o argentino Edu Schmidt, o uruguaio Nicolás Molina e a chilena Renata Espoz, além dos brasileiros Yangos (RS), Lila May (SP) e Gabriela Pensanuvem (SP). Já no dia 11, domingo, o festival se encerra na Casa Japuanga, com a Jam Gastronomusical conduzida por Edu Schmidt. Além de músico, o argentino é chef de cozinha, e improvisará com comida e canções de sua autoria para os presentes, com a possibilidade de interagirem com o músico tanto na parte cancioneira como na culinária.

Mais informações do Conexão Latina você pode ver no site ou no evento no Facebook.

O festival já está em andamento mas até o dia 11 de novembro ainda dá pra pegar várias atrações musicais gratuitas no evento MICBR (Mercado das Indústrias Criativas do Brasil) na região da Avenida Paulista. Tem shows da Mariene de Castro, dos colombianos Jóvenes Creadores del Chocó, do grupo argentino Nación Ekeko, da banda brasiliense Nunchako e dos artistas do selo colombiano Sello Indio, especializado em beats e hip hop. O evento conta também com vários debates e workshops sobre cultura, empreendedorismo, moda e gastronomia.

Veja a programação completa do MICBR no site oficial.

Até o final do mês de novembro, a programação do Sesc Itaquera é dedicada a cultura latino-americana! Dança, música, teatro, literatura e circo para lembrarmos que: Sim, Somos Latinos! Veja a programação, que é inteiramente gratuita!

. até 25/11 (domingos), 13h30 – Literatura – Mediação de Leitura: Literatura Latino-Americana
http://bit.ly/mediacaoliteratura
. 10/11 (sábado), 15h – Literatura – Sarau #sinfronteras
http://bit.ly/sarausin
. 11/11 (domingo), 13h – Circo – Flamingos De Fuego
http://bit.ly/circo_flamingos
. 17/11 (sábado), 15h30 – Dança – Tangos Brasileiros
http://bit.ly/tangos_brasileiros
. 18/11 (domingo), 15h30 – Música – Taracón
http://bit.ly/taracon
. 18/11 (domingo), 13h – Música – Kantuta Bolívia
http://bit.ly/Kantuta_bolivia
. 22, 23 e 25/11 (quinta, sexta e domingo) – Circo – Kinematos
http://bit.ly/kinematos-circo
. 24/11 (sábado), 16h – Teatro – Caminos Invisibles… La Partida
http://bit.ly/caminos_teatro
. 25/11 (domingo), 15h30- Música – Santa Mala
http://bit.ly/santamala_musica
. 25/11 (domingo), 14h – Alimentação – Sabores da Venezuela
http://bit.ly/saboresvenezuela

Veja a programação completa no site do Sesc ou no evento.

E em dezembro acontece a segunda edição do Festival Mucho, que propõe romper as barreiras do estereótipo latino, do folclore e das fronteiras trazendo um evento com representantes da América Latina que vem se destacando nos principais festivais em todo o mundo. Os ingressos custam de 40 a 150 reais, estão à venda pelo Ingresse.com e suas atrações confirmadas até agora são:

✓ Miss Bolivia – Argentina 🇦🇷
✓ Cumbia All Stars – Peru 🇵🇪
✓ La Madre del Borrego – Argentina 🇦🇷
✓ Santa Mala – Bolívia 🇧🇴
✓ Los Espiritus – Argentina 🇦🇷
✓ Tuyo – Brasil 🇧🇷
✓ Baleia – Brasil 🇧🇷

Mais informações no evento ou no site.

Ondatrópica anuncia novo álbum “Baile Bucanero”

ondatropica-bailebucanero

Ótimas notícias para o começo do ano! \o/ Depois de muita expectativa finalmente o supergrupo colombiano Ondatrópica anuncia a data de lançamento de seu segundo álbum, chamado “Baile Bucanero”.

O disco vai ser lançado no dia 17 de fevereiro pela Noisey em parceria com a Soundway Records. O álbum foi gravado em Bogotá e na Ilha de Providência, na Colômbia, duas locações contrastantes mas unidas pela sua reputação de criativos pólos musicais. O trabalho explora tanto a nova cena tropical futurista que fervilha na capital quanto as tradicionais conexões anglo-caribenhas da ilha, cujos habitantes falam o inglês crioulo.

“Baile Bucanero” contou com a participação de nada menos do que 35 músicos, entre Michi Sarmiento, Nidia Gongora, Wilson Viveros, Juan Chong Puello, Urian Sarmiento, Elkin Robinson, Freddy Colorado, Gustavo Garcia Pantera, Enrique Egurrola Zuleta, Pedro Ojeda, José Miguel Vega Chaparro, Jorge Emilio Pardo Vasquez, Shala Robinson, Simon Guzman Velez, Maria Jose Salgado, Santi Pianoman, Juan David Castaño, Diego Gómez, Eddy Johana Gomez, Aloap Oseividlav, além de Will Holland (Quantic) e Mario Galeano (Frente Cumbiero), também produtores do álbum.

O primeiro disco do Ondatrópica causou uma verdadeira revolução em minha vida! Já acompanhava o rock e a música eletrônica independente latina em espanhol há alguns anos mas foi através dessa verdadeira constelação de músicos que comecei a prestar mais atenção em cumbia, salsa, guajiras, guaracha e outros ritmos mais tradicionais. <3

“Baile Bucanero” já está em pré-venda e o primeiro single já foi lançado, “Hummingbird”. O vídeo tem direção do parceiro de sempre dos caras, B+!

Los Pirañas e Frente Cumbiero se apresentam em São Paulo

Colombia

Mario Galeano Toro

A editoria Colômbia deste blog fica muito feliz em informar que dia 28/11, sábado, tem show do Los Pirañas no Festival Música Estranha, em São Paulo. \o/ A banda se apresenta no palco no espaço Nos Trilhos, que começa às 19h30 com ingressos a 20 reais. Mais informações sobre o festival na fanpage e no evento.

E aproveitando seu período no Brasil Mario Galeano Toro se apresenta dia 19/11 na edição de 5 anos da festa Macumbia com um DJ set de seu projeto Frente Cumbiero.

O músico, produtor e professor universitário Galeano é um dos nomes mais prolíficos da atual cena colombiana e figura essencial pra quem quer conhecer a música do país. Além de integrante do Los Piranãs e do Frente Cumbiero, o bogotano integrou o Ensamble Polifónico Vallenato e é também parte do Ondatropica, que está em processo de mixagem de seu esperado segundo álbum.

O Los Pirañas é formado por Mario (no baixo), pelo guitarrista Eblis Álvarez (do Meridian Brothers) e pelo baterista Pedro Ojeda (Sidestepper, Ondatropica) e dá uma roupagem retrofuturista pra sonoridades clássicas colombianas. A banda também se apresenta no festival El Mapa de Todos, que acontece de 11 a 15 de novembro em Porto Alegre.

No DJ set do Frente Cumbiero, Mario apresenta produções próprias e suas pesquisas da música afrocolombiana e latinidades obscuras em geral. Enfim, não dá pra perder as passagens do cara pelo Brasil! ;-)

Leia outras boas entrevistas com Mario Galeano na Bomb Magazine e no El País.

lospiranas

Los Pirañas

Entrevistas em vídeo:

Los Pirañas:

Banda chilena Chico Trujillo se apresenta dia 4/11 em São Paulo

chicotrujillo

Uma das bandas mais queridas do Chile e sempre presente em meus sets latinos, o Chico Trujillo toca dia 4 de novembro em São Paulo em uma edição extra da festa Macumbia. Eles fazem o show de seu mais recente disco, “Reina de todas las fiestas”, lançado este ano.

Com 12 anos de estrada e cinco álbuns lançados, a orquestra chilena já se apresentou em mais de 20 festivais ao redor do mundo. Misturando cumbia clássica, bolero, salsa, ska, música dos balcãs e reggae, o resultado é um coquetel único e dançante.

O show acontece no Centro Cultural Rio Verde – Rua Belmiro Braga, 119 – Vila Madalena. Ingressos do primeiro lote já à venda por 30 reais no Sympla.

A banda já se apresentou em São Paulo em 2012 em um show considerado histórico por quem esteve lá. Se liga!

Aqui um show na íntegra:

Pra ouvir a banda no Deezer:

http://www.deezer.com/plugins/player?format=square&autoplay=false&playlist=false&width=300&height=300&color=007FEB&layout=dark&size=medium&type=radio&id=artist-344044&title=&app_id=1

Fanpage da banda: www.facebook.com/chicotrujillooficial

Ondatrópica faz campanha pra arrecadar verba pra segundo disco

ondatropica-volume2

O primeiro disco do Ondatrópica foi pra mim um divisor de águas. Foi quando do indie e do rock em espanhol comecei a conhecer melhor a salsa e a cumbia e me apaixonei de vez pela música latina (e pela Colômbia). Os idealizadores do projeto, Mario Galeano (Frente Cumbiero) e Will Holland (Quantic), estão agora gravando o seu segundo disco e fazendo um crowdfunding no Indie GoGo pra arrecadar verbas. Porém faltam apenas seis dias para o fim da campanha e a meta não chegou ainda a 30%. Quem é fã de música latina e tiver como ajudar ou divulgar, a deusa da música agradece! O link é igg.me/at/ondatropicavol2

O disco será gravado em duas etapas: a primeira na Ilha de Providência, trabalhando com antigos músicos locais, e a outra na capital da Colômbia, Bogotá, para mostrar um lado mais futurista do trabalho do grupo. As recompensas são incríveis! E o trabalho musical do grupo, não preciso nem falar! igg.me/at/ondatropicavol2

Pra ajudar na divulgação da campanha eles lançaram hoje um vídeo ao vivo de “Descarga Trópica”, faixa do primeiro disco. O clipe foi produzido por Brian Cross B+ durante as gravações do Volume 01 nos famosos estúdios de da Discos Fuentes de #Medellín‬ em janeiro de 2012. Participaram dessa gravação Fruko, Michi Sarmiento, Freddy Colorado, Jose Miguel Vega “El Profe”, Wilson Viveros, Luis Bravo, Alfredito Linares, Fernando “Ovejo” Silva, Markitos Micolta, Quantic e Mario Galeano.

Aqui vídeo da campanha:

Pra quem nunca ouviu o primeiro disco, ele pode ser ouvido no Deezer ou no YouTube.

Pioneiro na cumbia digital, coletivo ZZK faz campanha de crowdfunding

zzk-support-TEAM

Se você acompanha a nova cena musical latina provavelmente já ouviu ou dançou ao som de artistas como Chancha Vía Circuito, Frikstailers ou La Yegros. E por trás deles está um dos selos mais bacanas da América Latina, o ZZK Records, da Argentina. Pois a gravadora que foi uma das responsáveis por espalhar a cumbia digital e o tropical bass pelo mundo está passando por momentos difíceis. Mas em vez de encerrar suas atividades resolveu fazer um crowdfunding para poder prosseguir!

Criado há sete anos, o ZZK é um selo de festas e bandas argentinas dedicado a revelar novos nomes da efervescente cena local. A iniciativa dos três amigos Guillermo, Diego e o texano Grant C. Dull correu o mundo e suas compilações “ZZK Records: Cumbia Digital” ficaram bem conhecidas entre DJs e fãs de música latina moderna. Seus artistas fizeram turnês e participaram de festivais pela Europa e Estados Unidos e já apareceram em trilhas sonoras de filmes e seriados. Quem não se lembra da inesquecível cena de Breaking Bad ao som de um remix do Chancha Vía Circuito?

Pra quem quiser conhecer mais sobre a ZZK é só visitar o site. E o crowdfunding está sendo feito através da plataforma Indie GoGo. Vamos ajudar nossos hermanos da ZZK?

zzk-support_19_1024

Ícone da nova música colombiana, Sidestepper lança novo disco, “Supernatural Love”

sidestepper2015

Depois de sete anos o Sidestepper finalmente lança um álbum de inéditas, Supernatural Love. Criado pelo mais célebre dos colombianistas, o produtor britânico Richard Blair, o grupo é pedra fundamental no resgate dos sons colombianos tradicionais e sua modernização.

sidestepper_supernaturalloveBlair trabalhava na Inglaterra no selo de Peter Gabriel, Real World, e produziu artistas como Brian Eno, o grupo Massive Attack e Nusrat Fateh Ali Khan. Chegou na Colômbia em 1992 para visitar a fabulosa cantora Totó la Momposina, com quem havia trabalhado no álbum La Candela Viva. E como qualquer pessoa em sã consciência que bota os pés naquele país, se apaixonou totalmente por sua música e acabou morando no país por um tempo. Trabalhou no disco de estreia do Aterciopelados, Con el Corazon en la Mano (1994), no icônico La Tierra del Olvido (1995), de Carlos Vives.

Com o Sidestepper, que começou em 1997 na Inglaterra como um projeto de DJ e que depois virou banda, Blair lançou cinco álbuns: Southern Star (1997), More Grip (2000), o consagrado 3AM (In Beats We Trust) (2003), Continental (2006) e The Buena Vibra Sound System (2008). Os discos chegaram a ser lançados no Brasil pela Trama e o grupo tocou em São Paulo no saudoso Free Jazz Festival de 2001, época em que eu e você estávamos mais preocupados com Strokes e Belle & Sebastian e ainda não havíamos descoberto os sons latinos. Tudo bem, faz parte. ;~~

O Sidestepper não tem formação fixa e vários músicos colombianos já participaram dele, como o produtor e compositor Iván Benavides, Kike Egurrola (baterista fodão agora com o Bomba Estéreo), Gloria “Goyo” Martínez (vocalista do ChocQuibTown) e Humberto Pernett. Para o novo disco, Blair convidou Andrea Echeverri (Aterciopelados), Elkin Robinson, Kepe Hyman, Pernett, Urián Sarmiento e Gilbert Martínez para cantar e tocar em suas canções.

Supernatural Love pode ser ouvido no Bandcamp e comprado via crowdfunding no Uonset. Abaixo no YouTube, o clipe de seu primeiro single, “Come see us play”.

Streaming do disco:

Veja abaixo entrevista com Richard Blair no documentário Que pasa Colombia.

Projeto Colombian Loops lança banco sonoro da música colombiana

colombianloops

A riqueza e diversidade musicais da Colômbia agora estão disponíveis digitalmente através de um projeto muto interessante chamado Colombian Loops. Trata-se do primeiro banco de dados com sons colombianos tradicionais que fazem parte dos maravilhosos ritmos musicais do país.

Criado pela Fundación Poliedro, o Colombian Loops é um trabalho de músicos, produtores, engenheiros e programadores colombianos e seus arquivos de loops e instrumentais poderão poderão ser comprados e utilizados por outros músicos, DJs, produtores e estúdios de TV e cinema de todo o mundo. Em sua primeira fase estão disponíveis os sons do Caribe e seus ritmos como o vallenato, puya, porro, chandé y guacherna.

O projeto está dividido quatro braços: site e loja virtual www.colombianloops.com; app para Android e IOS; instrumentos virtuais, além de comunidade virtual onde músicos poderão comercializar suas tracks. Projeto incrível que pode ser exemplo também para o Brasil!

Pra acompanhar o projeto siga a fanpage www.facebook.com/colombianloops

Artistas brasileiros cantam música latina em coletânea do site Scream & Yell

SomosTodosLatinos

O site Scream & Yell, um dos poucos no Brasil a dar espaço para a música latina independente, lança nesta terça (17) a coletânea Somos Todos Latinos. A homenagem conta com 16 artistas brasileiros interpretando canções latinas, cada um no seu estilo. Alguns fizeram versão em português, outros cantaram no original ou mudaram radicalmente o arranjo. “Nossa ideia é lançar luz sobre uma cena musical latina que, para nós, é uma muita valorosa”, disse Marcelo Costa, editor do site .

O jornalista Leonardo Vinhas é o curador e produtor executivo da compilação. As canções selecionadas vão desde obras mais tradicionais de Silvio Rodríguez e Eduardo Mateo até registros contemporâneos de El Mató a Un Policía Motorizado e Los Impermeables, passando por bandas de grande alcance no mercado latinoamericano, como Soda Stereo e Aterciopelados. Entre os artistas brasileiros participantes estão Nevilton, Projeto Ccoma, Cassim e Barbária, Beto Só e Juliana R.

A coletânea estará disponível amanhã no site www.screamyell.com.br mas quatro já podem ser ouvidas na playlist abaixo.

Minha nova festa: Altos Cocos Discoteque

altoscocos-facebookcover

Ainda não havia postado aqui mas fui convidada pela Catarina Dee Jah e pelo Maurício Fleury a fazer parte desse projeto muito bacana, o Altos Cocos Discoteque, noite que Catarina trouxe de Olinda. É uma festa voltada para a tropicalidade sem filtros: do Nordeste ao Caribe, do ontem ao amanhã, do vinil ao mp3. Tem de cumbia digital a salsa tradicional, do carimbó ao tecnobrega. Ou seja, é noitada feita pra dançar a noite inteira e, de preferência, acompanhada(o). Bora botar os paulistas pra dançarem juntinhos também! ;-)

Catarina, Maurício e eu vamos nos revezar semanalmente na discotecagem, além de convidados especiais a cada edição, sempre mesclando DJs brasileiros e hispânicos e promovendo a união dos povos através da pista de dança. <3

Estamos no Sarajevo Club aos sábados a partir das 23 horas e o mais legal é que a entrada é gratuita! O Sarajevo agora fica na Rua Bela Cintra, 483, no Baixo Augusta. Pra acompanhar a programação, curta a fanpage www.facebook.com/altoscocosdiscoteque

altoscocos-credito_marcelo-f-de-souza

Pista da Altos Cocos Discoteque. Foto: Marcelo F

 

Systema Solar faz ode a pescadores da Colômbia em clipe de “Yo voy ganao”

systemasolar_yovoyganao

Ilustração: Ródez (ilustração parte do encarte de ‘La revancha del burro’)

Os colombianos do Systema Solar lançaram hoje pelo site da Vice Colômbia o clipe de “Yo voy ganao”, faixa de seu segundo disco, “La revancha del burro”, de 2013. No vídeo fazem uma homenagem a cultura da pesca tradicional, atualmente ameaçada pela indústria do turismo do Caribe colombiano. O clipe contou com a participação de moradores do povoado de Taganga, próximo a bela Santa Marta, cidade mais antiga da Colômbia.

Duvido você não ficar com o refrão na cabeça: “Huy! Yo salgo es a buscá mi Mojarra frita, Camarón, Chipi Chipi y mi Caldero de Arroz, Yo Voy Ganao”. ♥

O Systema Solar fez o melhor show que eu vi esse ano, uma espetacular apresentação para poucas pessoas em uma festa Calefação Tropicaos que rolou no dia 23 de maio. Foi o terceiro show que vi deles, sempre um melhor do que o outro. Pra quem não ouviu  som deles aqui, aqui vai La revancha del burro na íntegra.

Links: https://www.facebook.com/systemasolar // http://www.systemasolar.com

Sets latinos em dose dupla neste sábado em São Paulo

bienvenidos-flaviadurante

Tocarei em dois eventos neste sábado! \o/ Um é o Soy Latino Festival Cultural e Gastronômico Latino Americano de SP, que acontece no sábado do meio-dia às 20h no Memorial da América Latina. O festival vai reunir música, dança e gastronomia latinoamericanas e tem entrada gratuita. Vão rolar DJs, grupos de salsa e de cumbia, grupos folclóricos, além de comida de rua. Eu toco por volta das 16 horas. Muito orgulho de fazer parte deste lindo evento produzido pelo El Guia Latino. ♥

festivalsoylatino2014

O outro é uma festa que eu estou produzindo, a Bienvenidos @ Subterrâneo Toronto, que começa às 23h e será uma espécie de “after” do festival. O line up é formado por mim e também pelos excelentes DJs Pancho Valdez (Bolívia), Ata Wallpa (Equador) e Juampa Gonzalez (Colômbia), que vivem em São Paulo. Cumbia, salsa, latin pop, reggaeton, bachata, champeta, samba soul e muitos ritmos latinoamericanos promoverão a cultura de paz e a integração dos povos hermanos a partir da pista de dança. O Toronto fica na Rua Tupi, 832, em Higienópolis, próximo ao Metrô Santa Cecília. A entrada custa R$ 30 (na porta) ou R$ 20 (com nome na lista). Para garantir os descontos confirme presença no evento no Facebook ou envie nomes para juliana@byob.com.br.

bienvenidos-eflyer