iPod Touch

Em primeira mão, o comercial do novo iPod Touch que tem como trilha a ótima “Music is My Hot Hot Sex”, do Cansei de Ser Sexy. O flme estréia no próximo domingo nos Estados Unidos durante os intervalos do Superbowl, da NFL e de “Desperate Housewives”! =O

A Apple reutilizou um vídeo caseiro produzido por Nick Haley, um jovem inglês de 18 anos, fã do CSS. Deu no NY Times: “Mr. Haley said he was inspired to make the commercial by a lyric in the song, “My music is where I’d like you to touch.”

Perfeito! ;-)

Uma Tiete Atrapalhada do Barulho Aprontando Muita Confusão

—————-
Now playing: Daft Punk – Human After All (Sebastian Rem
via FoxyTunes Enfim, depois de 48 horas de pura tietagem não consegui tirar nenhuma foto com o Kiefer Sutherland. Pra piorar, roubaram o meu celular novinho no meio da muvuca! Mas valeu cada minuto. Mais um micão na minha vida mas também muita história boa e divertida pra contar!

Sábado a gravação do comercial da Citröen foi perto da Ladeira Porto Geral (daí a muvuca que resultou no furto do meu celular). Domingo na Praça Patriarca. Os mais fanáticos – sim, mais do que eu, eles existem – foram até o Rio de Janeiro e/ou deram plantão na porta do Hotel Emiliano, onde ele estava hospedado em São Paulo. Lição que aprendi com os tietes-profissionais: é na porta dos hotéis que é mais fácil dar o bote.

Perto deles eu era a mais “normal”! Uma chegou tremendo. O marido dela, tampouco ficou com ciúme, era tão fanático quanto e até se infiltrou na gravação do comercial como figurante! Outra era do interior de SP, foi até a porta do Copacabana Palace e veio até SP pra vê-lo novamente. Mas o mais figura era um que parecia um legítimo agente de campo, Almir “Bauer”, todo paramentado com os itens de merchan oficial, até garrafinha térmica da UCT [dessa confesso que invejei profundamente]! Gente finíssima, saiu em várias matérias!

Na porta do Othon Hotel, base da produção nas gravações no Centro, os “gritos de guerra” dos true-fans: “Oh, Kiefer, where are you? We are here just to see you!” (Cante no ritmo de “Ô, Kiefer, cadê você? Eu vim aqui só pra te ver!”). Nessa hora o Hector quase se escondeu em algum bueiro… Logo depois o nosso Jack surge mais uma vez. Beijou e posou pra fotos com várias criancinhas, uma senhorinha de uns 70 anos e até um figurante clone do Gil Bróder!

Eu que sou uma tiete tímida só consegui algumas fotos de longe e outras no melhor estilo “Robert”, além de um autógrafo na capa da Rolling Stone Brasil # 6. Ele foi super atencioso e gentil com todos. Não é muito alto mas é realmente lindo, tem uma cútis perfeita (hahahaha) e um olhão azul profundo. E a voz? Valeu, Fox, por essa cagada genial!

Como ele é fã de música, produtor de uma banda e tem um selo, preparei um pacotão com uns 10 CDs de bandas independentes brasileiras pra dar pra ele. Só consegui entregar na mão de um produtor da Zeppelin. Fiquei com receio do pacote sumir mas o cara gentilmente garantiu que deu os CDs. Fato testemunhado por uma fã (a loirinha treme-treme), que viu o Kiefer conferindo o presente. Portanto, se ouvirem bandas como Supercordas, Walverdes e Autoramas na trilha da série não estranhem, hahahaha!!!

Não tive coragem de fazer uma cartinha baba-ovo mas no meio do pacotão taquei um flyer da POPSCENE! no qual usamos a carinha dele. Duas duas uma: ou recebo um e-mail agradecendo (e a minha felicidade suprema) ou um processo por uso de imagem sem autorização! ;oD

Update: Ê, mundinho internérdico pequeno! O tal cara da produção é meu “colega de fotolog“. Valeu, Markinhos! ;-)

Nerd Revoltada

Assino TV a cabo (NET) há menos de um ano e já penso em cancelar. É caro, repetem filmes alucinadamente (dia sim, dia também passa “O Casamento do Meu Melhor Amigo”, “Quatro Casamentos e um Funeral”, “Casamento Grego” [ que obsessão! ] e “Erin Brokovich”), as legendas das séries são todas zoadas, passam propaganda em espanhol (alôoo, não estamos em Buenos Aires!!!) e ainda trocam a programação do jeito que querem. Os programas da Multishow (“Tira Onda”, Tiozão do Cursinho Edgard, tonta da Didi) e GNT (que virou o GeNiTália, o canal da mulherzinha) são um festival de vergonha alheia! Dá tristeza quando lembro que amigos comentavam que no passado essas emissoras passavam coisas como Monty Python, “Kids in the Hall” e dezenas de documentários bons…

A mais nova proeza é da FOX, que arbitrariamente começou a passar NO MEIO DA TEMPORADA, SEM ALGUMA EXPLICAÇÃO, as séries “Bones” e “24 Horas” dubladas. Nada contra dublagem, pelo contrário. Notadamente a dublagem brasileira é uma das melhores do mundo. E comecei a assistir “24 Horas” na Globo. Mas começar a passar legendado e depois porcamente e sem aviso começar a passar dublado é de revoltar qualquer nerd cristão ou não. Na minha comunidade de “24 Horas” o povo está revoltadíssimo!

Eu sou uma que era contra pirataria de séries. Acho que o barato da coisa está em esperar pra ver na TV a cada semana, tipo novelinha mesmo! Mas depois de mais uma cagada eles não podem reclamar que o povo está baixando tudo pela internet! Na estréia de “24 Horas” este ano, não sei se vocês se lembram, simplesmente passaram “Alien vs Predador” ao invés do primeiro episódio da 6a. temporada, sem explicação alguma. Parece até piada!

E isso aí, meu povo: TORRENT NELES!!!